Camila Gulla

    O que te inspira?
    O que inspira meu trabalho? A natureza, joias antigas, especialmente art noveau, mas sempre com um toque bem humorado… Gosto de fazer uma espécie de releitura das “joias de vó”.

     

    Por que trabalhar com craft?
    Meu pai é escultor, por isso sempre estive de uma maneira ou outra envolvida com arte. Além disso, acredito que o mundo precisa de uma “Revolução Artesanal”, porque a industrial não vai levar a gente para um bom lugar. Acho que precisamos ter mais gente trabalhando com calma, em outro ritmo, criando com amor e sem pressa.

     

    Qual é o seu produto xodó e por quê?
    Gosto muito de trabalhar com o cloisonné, uma técnica de esmaltação que consiste em se fazer os desenhos com um fiozinho de prata, com pinças e alicates, e preencher as cores com esmalte vítreo, várias camadas, várias queimas. Acho que gosto mesmo de fazer coisas que dão bastante trabalho! Brincadeirinha, mas é verdade.
    O cloisonné me dá muitas possibilidades criativas e amo trabalhar com cores, por isso é o xodozinho do meu coração…